Clínica de Doenças nos Ossos Vitor Cassel

 

CÂNCER NOS OSSOS

Ossos maduros são feitos de três tipos de tecidos: tecido compacto (a porção dura e externa da maioria dos ossos); tecido poroso (tecido esponjoso de dentro dos ossos que contém marrow, o qual produz células sangüíneas); e tecido subchondral (tecido suave das juntas). Uma camada de cartilagem cobre o tecido subchondral para amortecer o movimento das juntas.

Ossos suportam e protegem órgãos internos, agindo como alavancas e suportes para que os músculos produzam movimento, além de produzir e armazenar células sangüíneas no marrow dos ossos.

 

SOBRE OS TUMORES NOS OSSOS

Tumores nos ossos podem ser benígnos (não-cancerígenos) ou malignos (cancerígenos). Tumores benígnos nos ossos são mais comuns que malignos. Ambos os tipos podem crescer e comprimir tecidos ósseos saudáveis e absorver ou substituí-los por tecidos anormais. No entanto, tumores benígnos não se alastram e raramente causam risco de vida.

Cânceres que surgem nos ossos (câncer primário nos ossos) não são a mesma doença que o câncer que se alastra para os ossos vindo de outras partes do corpo (câncer secundário). O tipo de câncer primário nos ossos é raro, com aproximadamente 2.500 novos casos diagnosticados a cada ano nos Estados Unidos. Normalmente, ossos são locais para tumores que resultam do avanço (metástase) de câncer em outros órgãos, como seios, pulmões e próstata.

Este artigo fala do tipo de câncer primário.

 

SOBRE OS TIPOS DE CÂNCER NOS OSSOS

O tipo mais comum de câncer ósseo é o osteosarcoma, que se desenvolve em tecidos novos de ossos em crescimento. Outro tipo de câncer, chondrosarcoma, surge em cartilagens.

Evidências sugerem que o Sarcoma de Ewing, outro tipo de câncer ósseo, tem início em tecidos nervosos novos do marrow dos ossos. Osteosarcoma e Sarcoma de Ewing tendem a ocorrem mais freqüentemente em crianças e adolescentes, enquanto o chondrosarcoma ocorre mais seguido em adultos

 

SINTOMAS DE CÂNCER NOS OSSOS

Dor é o mais comum sintoma de câncer ósseo. No entanto, sintomas podem variar dependendo do local e tamanho do câncer. Tumores que se desenvolvem perto das juntas podem causar inchaço ou amolecimento na área afetada. Câncer ósseo também pode interfirir nos movimentos e enfraquecer os ossos, ocasionalmente levando a fraturas. Outros sintomas podem incluir fadiga, febre, perda de peso e anemia. Nenhum destes sintomas é um sinal certo de câncer. Eles podeam ainda ser causados por outras condições, menos sérias. É importante sempre consultar um médico.

 

FATORES DE RISCO

Embora os cientistas não estejam certos do que causa o câncer nos ossos, um número de fatores pode levar uma pessoa a ter mais predisposição.

Este tipo de câncer ocorre mais freqüentemente em crianças e jovens adultos, particularmente aqueles que sofreram tratamentos com radiação ou quimioterapia. Adultos com doença de Paget, uma condição não-cancerígena caracterizada por desenvolvimento anormal de novas células ósseas, podem correr mais riscos de desenvolverem osteosarcoma. Um pequeno número de cânceres ósseos se deve a causas hereditárias. Por exemplo, crianças com retinoblastoma hereditário (um câncer incomum nos olhos) apresentam grande risco de desenvolver osteosarcoma.